Search

Os segredos mais bem guardados de Valverde del Fresno

Valverde del Fresno é conhecida como uma das aldeias da Estremadura onde é falada “a fala”, mas tem muitos outros encantos para descobrir, como a Estrela Verde Michelin, o Solete Repsol ou os numerosos prémios de azeite que este destino da Serra de Gata guarda. É a zona mais ocidental, aninhada no remoto Vale de Xálima, onde se respira vida slow e possui uma natureza privilegiada.

Basta procurá-los e um bom ponto de partida são os seus restaurantes, bares, alojamentos ou estabelecimentos gourmet, que funcionam também como postos de turismo com uma simpatia notável.

A invejável gastronomia de Valverde del Fresno

A gastronomia é um dos seus principais encantos, e não só com projetos inovadores como o hotel rural Habitat Cigüeña Negra, distinguido pela Michelin pela cozinha sustentável que uma família de Ibiza criou no meio do montado estremenho, ou renovados como a Casa Laura, onde os portugueses vão comer camarão e os espanhóis pelos pratos de influência portuguesa e a sua cozinha zero quilómetros com Solete Repsol.

Tal como a Casa Laura, onde a ementa é traduzido para “a fala”, o Bar Inocencio é um dos bares mais antigos de Valverde del Fresno e é tradição que os vizinhos portugueses o visitem para provar os camarões, tal como o avô começou a fazer.

Em Valverde também se pode comer num encantador lagar de azeite, A Velha Fábrica, propriedade da mesma família de um dos azeites mais premiados de Espanha, o AOVE Vieiru de As Pontis, onde também se pode fazer turismo de azeite a dez minutos, nas Elhas,

A loja gourmet Despensa de Lisboa também é familiar, onde pode encontrar produtos de ambos os lados da Raia.

Escapadinhas em Portugal a partir desta aldeia fronteiriça

Valverde del Fresno pode orgulhar-se de ser um destino a meio caminho entre dois países e esse é outro dos seus encantos. Portugal fica apenas a 16 quilómetros de distância, uma distância que os espanhóis têm de percorrer, neste caso, para comer as famosas gambas com molho no El Dorado em Foios. A não mais de 50 quilómetros ficam duas das famosas Aldeias Históricas de Portugal, Monsanto, a aldeia aninhada entre rochas graníticas, e a mágica Idanha-a-Velha, que oferecem prolongar a escapadinha, tomando Valverde como base de operações.

Escapadinhas nos emblemas turísticos da Serra de Gata

Do lado espanhol, pode ser uma oportunidade para percorrer 55 quilómetros para visitar Robledillo de Gata, 24 para Trevejo ou apenas 9 para São Martim de Trevelho, três das Aldeias Mais Bonitas de Espanha que fazem parte da emergente rede de Aldeias e Sítios Históricos da Raia de Cáceres.

Uma aldeia com a sua própria língua, “a fala”

Valverde, São Martim e as Elhas são chamados Os três lugares onde é falada “a fala”, uma língua românica a meio caminho entre o galego e o português. Embora cada uma delas tenha a sua própria variante, chamadas valverdeiro, manhego e lagarteiro, respetivamente, é uma língua que não é falada em mais lado nenhum e esse é outro dos seus encantos.

Perder-se em belas paisagens

As três localidades têm o seu próprio percurso pedestre, a Rota A Fala, que percorre o PR-CC184 com um total de 17 quilómetros de dificuldade média. Mas o melhor é consultar o site da Fexme ou o percurso em plataformas como o wikiloc, que também é aconselhável para caminhar até uma antiga eira restaurada da qual qualquer vizinho dará pormenores.

Para os mais aventureiros, porque não está equipada, existe a Rota do Contrabando, ao longo do PR CC188, com 22 quilómetros de extensão, dos quais os primeiros dez são a subir e recordam a dureza dos tempos do contrabando que é uma lenda viva entre os mais velhos desta aldeia. Outro dos seus encantos para o viajante que gosta de conversar com os habitantes locais.

O percurso mais acessível e bem sinalizado é o da ermida do Espírito Santo pela SL CC207, com apenas sete quilómetros de extensão e de forma circular, coincidindo em alguns troços com a Rota A Fala.

Rota Us Madroñus, um evento em ascensão

Em outubro ou novembro, a Asociación Deportiva Valverdeña organiza, paralelamente à BTT, a rota Us Madroñus, que já se tornou conhecida entre os ciclistas. Numa aldeia tão hospitaleira e com uma longa tradição olivícola, os participantes são brindados com bicatosta, fatias de pão embebidas em azeite e sumo de laranja.

Em todo o caso, as paisagens, e este é um dos principais encantos de Valverde del Fresno, são simplesmente belas. Tanto assim que o território português com o qual faz fronteira é uma Reserva Natural, a Serra de Malcata.

O miradouro de Valverde

Um dos lugares com as melhores vistas é o miradouro das Chupenas, ao qual se chega pela estrada de Navasfrías, em Salamanca. Após 8 quilómetros, em não mais de 15 minutos, chega-se a um lugar onde, no verão, é pura magia contemplar as estrelas.

Tradição equestre que brilha em San Blas

Os cavaleiros devem saber que estamos numa cidade com uma grande tradição equestre e que a associação A Revolera organiza rotas abertos ao público. Também as tradicionais corridas de cavalos de San Blas, a grande festa de fevereiro, onde também vale a pena ver as mulheres com as “sayas de picau”, o traje típico que a Associação de Donas de Casa vigia com os seus lenços de mil cores, as suas algibeiras e as suas joias.

Todos juntos na Santinha de Portugal e no Santo Isidro em Valverde

Entre as suas festas, há uma que curiosamente não se realiza em Valverde del Fresno, mas a 28 quilómetros de distância, em Portugal. É a romaria de Nossa Senhora do Bom Sucesso, na aldeia de Aranhas, que os valverdeiros celebram como sua, ao ponto de lhe chamarem carinhosamente a Santinha, aludindo ao tamanho diminuto da imagem. É o segundo domingo depois da Páscoa e tem uma feira que atrai milhares de espanhóis de outras localidades que, tal como Valverde, têm como padroeiros santos e não a Virgem.

Depois, em maio, quando Valverde celebra a peregrinação de Santo Isidro, os portugueses destas zonas pertencentes a Castelo Branco retribuem a visita aos seus vizinhos espanhóis.

Carros loucos no verão e o oásis de U Petril

Em agosto, a popular corrida de carros loucos de Valverde del Fresno tem o seu encanto. Trata-se de uma competição louca em engenhocas não motorizadas inventadas pelos habitantes locais e em que a personalidade televisiva Calleja participou há alguns anos no seu programa Volando Voy.

Durante o verão, a piscina natural de Valverde del Fresno é um oásis rodeado de natureza. U Petril é o seu nome e, com as chuvas de outono ou de inverno, é uma paragem obrigatória para contemplar a cascata.

A ponte com mau nome

A visita à Ponte de Arreganhacus é obrigatória, tanto pelo seu belo arco único de granito que se deve atravessar para chegar às Elhas, como pelo seu divertido nome, que na fala nos recorda os tempos em que as mulheres iam lavar-se ao rio e refrescar o traseiro. É por isso que também lhe chamam a ponte com mau nome.

O mágico Salvaleón, um paraíso de peónias na primavera

Seria uma boa ideia não deixar Valverde sem visitar Salvaleón, especialmente na primavera, quando está cheia de rosas de Alexandria. Mas é preciso levar um carro alto para descobrir as ruínas daquele que foi um povoado fundamental na fronteira histórica com Portugal. Apanhe a estrada EX205 em direção a Portugal e esteja atento a um pequeno sinal à esquerda que indica o desvio para um caminho de terra batida ao longo do qual tem de conduzir muito lentamente durante oito quilómetros, sempre em frente. Este é um sítio mágico.

Los secretos mejor guardados de Valverde del Fresno

Publicado em maio 2024

Tradução Ângelo Merayo

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

También te puede interesar

Jato 2023, todo un escaparate del mundo rural en Cáceres que te sorprenderá

Jato 2023 reunirá lo mejor del mundo rural en el casco histórico…

Barranqueras de Loh Cojónih de Crihtu: la Peña Sacra de El Ehcribanu (VI)

En una reciente visita a los parajes que hemos englobado con el…
pueblos-medievales-mas-bonitos

Granadilla, Jerez de los Caballeros, Medellín, Olivenza, Trujillo y Zafra entre los 40 pueblos medievales más bonitos de España

De los 40 pueblos medievales más bonitos de España seleccionados para un…

Interés Turístico Internacional para el Carnaval de Badajoz

Interés Turístico Internacional para el Carnaval de Badajoz. La distinción que tanto…