Search

Almoharín, un mar de gigueiras na província de Cáceres

Almoharín é um mar de figueiras. As plantações que fizeram desta localidade de Cáceres a Capital Europeia do Figo dão as boas-vindas ao chegar à aldeia e continuam a saudar-nos por onde quer que passemos. Os campos de figueiras sucedem-se de ambos os lados da estrada que conduz à ermida de Nossa Senhora de Sopetrán, um bom lugar para desfrutar da paisagem.

Mas a figura do doce fruto também surpreende no centro da vila, em mosaicos que recordam o estatuto de capital alcançado em 2017 ou em esculturas como a realizada pelo artista internacional Miguel Sansón a propósito desta distinção. Mede mais de seis metros e está instalada na rotunda à entrada da povoação, a poucos metros do seu atelier.

almoharin

Delícias com figos de Almoharín

A produção de figos é a imagem de marca de Almoharín, que pertence à região da Serra de Montánchez e Tamuja e está situada a 50 quilómetros de Cáceres. A variedade calabacita é o seu forte e cresce nas ladeiras da serra de San Cristóbal.

almoharin

Figos secos, em forma de barras energéticas, cobertos de chocolate, em compotas e vinagres, pão de figo… são algumas das iguarias que se produzem em Almoharín e que se exportam para todo o mundo.

É imprescindível adquirir uma boa variedade quando visitar a vila e, se vier em setembro, deve visitar a Feira Agroalimentar do Figo.

Um mural gigante em homenagem à transumância

Almoharín é uma terra de regadio. Por isso, era o ponto de partida da transumância que aí encontrava água e alimento para enfrentar uma longa viagem em busca de pastagens. O mural de 1.000 metros quadrados que decora o exterior da Pastoralia, que também alberga o Centro de Interpretação da Torta del Casar, no polígono industrial de El Palomar, recorda este facto. Foi desenhado em 2009 por Jesús Mateos Brea, um dos artistas urbanos mais influentes da atualidade e é uma homenagem à pastorícia.

almoharin

Uma sucessão de cenas que vão desde a saída dos rebanhos em Almoharín até às muralhas de Ávila, à Serra de Gredos ou à passagem popular pela porta de Alcalá, passando por cenas quotidianas como o trabalho nos campos e nas casas.

Centro de Interpretação com um pastor

O Centro de Interpretação da Torta del Casar é uma homenagem à vida pastoril com recriações como o interior de uma cabana ou o fabrico do queijo mais famoso da Estremadura. Também se podem ver curiosidades como os chifres que serviam de cantil para os pastores transportarem água e vinho ou o material que era utilizado para tosquiar as ovelhas.

almoharin

A voz e a imagem de um pastor, com uns toques de castúo, conduzem os visitantes de cena em cena até terminarem com um elogio emocionado aos santos, que trouxe lágrimas aos olhos de mais de uma pessoa, antes de passarem para a sala onde entramos no mundo atual do mundo do pastor.

É uma visita altamente recomendada que pode ser completada com uma prova de queijos, desde que previamente agendada

El Salvador, Monumento histórico-artístico

A Plaza de España é o centro de Almoharín e alberga a igreja paroquial de El Salvador, que é um Monumento Histórico-Artístico. Trata-se de uma construção singular que mistura vários estilos, que tem a sua particularidade num varandim sobre arcos de volta perfeita e na Torre de la Villa, a torre sineira isenta do edifício principal.

Almoharin

Esta praça é o ponto de partida de vários percursos pedestres nos arredores de Almoharín, como o das lavadeiras, o de San Cristóbal, o da barragem de Búrdalo ou o percurso ornitológico até à ermida de Sopetrán. Esta ermida, situada a cerca de sete quilómetros do município, data do século XVI e possui um fantástico retábulo do século XVIII.

Nossa Senhora de Sopetrán e o seu cesto de frutos

A Virgem de Sopetrán segura o Menino na mão esquerda e um cesto de frutas na direita. Está frente a uma porta com uma pequena janela gradeada ao lado; se nos inclinarmos, a imagem é enquadrada quase simetricamente do lado de fora e obtemos uma bela imagem da Santa Padroeira de Almoharín, uma dessas curiosidades que ficam na memória.

almoharin

O horário de abertura da capela varia de verão para inverno e pode ser consultado junto da Irmandade de Nossa Senhora de Sopetrán.

As Pantarullas de Santo António

Na ermida de Sopetrán realizam-se peregrinações na segunda-feira de Páscoa, uma das festas mais populares de Almoharín, juntamente com a de La Maza de Santo António, que tem lugar no primeiro fim de semana de maio. Trata-se de uma tradição com curiosidades como a figura dos pantarullas, homens e mulheres vestidos de branco que transportam um bastão e uma abóbora oca como lanterna. Originalmente, o santo era levado em procissão por solteiros e solteiras que esperavam encontrar um parceiro, e a missão dos pantarullas era afugentar aqueles que consideravam inadequados para esse objetivo amoroso. Os fogueiros que disparam uma salva de armas durante a procissão também fazem parte de La Maza, que se refere à roda de carroça que acaba por ser queimada durante a noite como símbolo de purificação.

Almoharín é um bom ponto de partida para conhecer uma zona com muito sabor. Faz fronteira com Miajadas, a Capital Europeia do Tomate e o rio Búrdalo, nome que também é um apelido comum na zona, faz fronteira entre elas.

almoharin

A apenas 20 quilómetros fica Montánchez, com o seu presunto, o seu castelo e o seu cemitério, considerado um dos mais belos de Espanha. A outros 20 quilómetros de Almoharín encontra-se Alcuéscar, com a impressionante basílica de Santa Lucía del Trampal.

E a menos de vinte quilómetros como Valdefuentes, a capital estremenha do esgrafito ou Zarza de Montánchez com a emblemática azinheira centenária La Terrona.

Almoharín, un mar de higueras en la provincia de Cáceres

Publicado em maio 2024

Tradução Ângelo Merayo

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

También te puede interesar

XIX Peregrinación al Santuario del Cristo de la Victoria en Serradilla

La Hermandad de la Pasión de Plasencia se pone en marcha el …

La música clásica protagoniza el ciclo ‘Juan Vázquez’ 2020 en Badajoz

El 14 de febrero se estrena la V edición del ciclo Juan…

Cita con el flamenco en el concurso de cante de Llerena

La final del  VII Concurso de cante de Llerena

Talleres navideños en la Casa de la Juventud de Plasencia

La Casa de la Juventud de Plasencia se convierte en un gran…