Search

Carbajo, um destino de natureza relaxante na Reserva da Biosfera Transfronteiriça Tejo-Tajo Internacional

carbajo
carbajo

Carbajo é um paraíso para os amantes da natureza, do cicloturismo e das caminhadas, dos passeios a cavalo, da observação de aves e de estrelas e de apreciar a brama dos veados, entre outras atividades no meio natural. Este município da Serra de San Pedro pertence à Reserva da Biosfera Transfronteiriça Tejo-Tajo Internacional, na fronteira entre a província de Cáceres e Portugal.

Carbajo está rodeado por estradas panorâmicas, como as que conduzem a Membrío e Santiago de Alcântara. São caminhos que permitem desfrutar do ambiente com calma. E essa é a grande força de Carbajo, ser um destino relaxante.

carbajo
Vista de Carbajo

Na vila confluem dois grandes percursos, que partilham também alguns troços. São eles o Caminho Natural do Tejo e a Ciclovia do Tejo.

Atravessam os territórios UNESCO estremenhos da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Tejo-Tajo Internacional, a que pertence Carbajo, a Reserva da Biosfera de Monfragüe e o Geoparque Mundial Villuercas Ibores Jara.

A sinalética é boa e marca as diferentes etapas a partir da própria vila.

carbajo
Carbajo

Magusto, o Festival Céltico-Folclórico de Carbajo

Um evento imperdível em Carbajo é El Magusto, que se realiza no final de outubro ou início de novembro. Trata-se de um festival de música folclórica celta que atrai público de toda Espanha e Portugal com os seus concertos, workshops e mercado.

A primeira edição realizou-se em 2003, em homenagem à tradição do magusto ou à ancestral apanha da castanha, que tem lugar no início do outono.

Félix Rodríguez de la Fuente filmou El Hombre y la Tierra em Carbajo

Carbajo dispõe de uma zona de autocaravanas em frente ao pavilhão desportivo onde se pode ver um belo mural comemorativo da passagem pela localidade de Félix Rodríguez de la Fuente. Trata-se da obra do artista de Plasencia Jesús Mateos Brea, um dos artistas urbanos estremenhos mais reconhecidos internacionalmente.

Carbajo
Grande plano de Félix Rodríguez de la Fuente no mural Carbajo pintado pelo placentino JM Brea

Não é por acaso que Rodríguez de la Fuente foi o motivo escolhido para decorar este edifício. A escolha deve-se ao facto de o popular naturalista ter filmado ali, na década de 1970, o programa dedicado à águia imperial no documentário televisivo El Hombre y la Tierra (O Homem e a Terra). Este facto é atestado pela sua fotografia a preto e branco com Félix Holguera, vizinho de Carbajo, que está incorporada no painel explicativo do mural.

Esta obra tornou-se o pano de fundo de muitas fotografias promocionais e privadas, que enchem de cor as redes sociais. Tal como o resto da rede de murais da Reserva da Biosfera Transfronteiriça Tejo-Tajo Internacional e da província de Cáceres, graças ao projeto Muro Crítico da Deputação de Cáceres.

Namoros ao pé da fonte de El Caño

Em Carbajo ouve-se a água das fontes que foram tão importantes para os seus vizinhos. A fonte Santa, no caminho de Santiago de Alcântara, à qual se atribuem poderes curativos; a de San Juan em direção a Membrío; a de El Esparragal…

O mais popular é El Caño, na Rua Ramón y Cajal, que data de 1888. Continua a ser um ponto de encontro para as pessoas da vila. Foi precisamente neste local que nasceram muitos namoros entre raparigas que iam encher os seus potes de barro e rapazes que levavam os seus animais para beber.

Carbajo
As fontes continuam a ser um ponto de encontro em Carbajo

É o que indica o painel de informação turística que identifica esta fonte, junto à qual existe um belo mural numa paragem que recorda o seu passado. Mesmo ao lado começa um dos percursos pedestres do município, o Data Mato – La Pirula, um percurso circular de 4,5 quilómetros de dificuldade média-alta. Outra é a fonte de San Juan, com 5 quilómetros de extensão e o mesmo nível de dificuldade.

Uma outra paragem, à entrada da vila, ostenta um curioso ditado: Com a prata mata-se a tristeza… Com o ouro sobe-se ao poder, com o cobre come-se e bebe-se… e viva as raparigas que sabem amar!

Ligação Galiza Carvalho

Em muitas janelas e varandas de Carbajo podemos ver a imagem de Santa Marina, a Virgem que é padroeira de Carbajo e Ourense. É venerada na igreja do Salvador e a sua peregrinação realiza-se na segunda-feira de Páscoa, embora as celebrações comecem no Sábado Santo.

Santa Marina é uma das coincidências que reforça a ligação entre a Galiza e Carbajo, onde se crê que os primeiros povoadores terão sido pastores galegos. Outra é o próprio nome da vila, que pode ter origem nos carvalhos galegos.

Queijo de Carbajo, um produto premiado

Os queijos de Carbajo são o seu produto mais famoso. Feitos com leite de cabra, ovelha ou vaca, são deliciosos e intensos e podem ser comprados diretamente na queijaria local de Francisco Morán ou na loja. A empresa recebeu o Prémio San Pedro de Alcántara 2023 para Empresas Rurais Inovadoras da província de Cáceres, atribuído pela Deputação de Cáceres. Para além de dezenas de prémios em alguns dos mais importantes concursos internacionais de queijo.

Oliveiras centenárias

É uma das suas marcas gastronómicas, juntamente com o mel e o pólen, os guisados de caça e o azeite. O olival fortaleceu-se em Carbajo entre os séculos XIX e XX com uma plantação maciça que transformou a paisagem.

Carbajo
Oliveiras centenárias em Carbajo

Duas oliveiras centenárias, provavelmente com mais de 400 anos, podem ser vistas numa quinta à saída da vila, no caminho para Santiago de Alcântara, com os seus troncos imponentes. Constam do catálogo das Oliveiras Monumentais de Espanha e estão assinaladas com um painel.

As oliveiras também estão plantadas no cimo da serra de Carbajo, onde partilham espaço com castanheiros e medronheiros. O refúgio de Polea é um bom lugar para deixar o carro, estender o olhar e, se quiser, dar um passeio ou esperar o anoitecer para apreciar as estrelas. De facto, é um dos miradouros recomendados para a observação astronómica.

Carbajo, un destino de naturaleza relajante en la Reserva de la Biosfera Tajo-Tejo Internacional

Fotografías de Andy Solé

Publicado en noviembre de 2023

© Planveando Comunicaciones SL

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

También te puede interesar

Danza Invisible, en Plasencia, por la esclerosis múltiple

Danza Invisible en concierto el 10 de febrero en Plasencia y a…

Malpartida de Cáceres reúne 400 dedales en una exposición

La Casa de Cultura de Malpartida de Cáceres acoge una exposición con…

Sabia urdimbre

Quizá lo que más sorprende de La sangre de la aurora, la…

Bebe y mucha más música en el Otoño Mágico del Ambroz

El 11 de noviembre en Hervás, Bebe en concierto. El Otoño Mágico…