Planos para uma escapadinha perfeita en Las Mestas, miradouro de Las Hurdes

Las Mestas é um ótimo ponto de partida para apreciar Las Hurdes, uma região mágica na província de Cáceres. Um destino carregado de história que em 1914 Miguel de Unamuno descreveu como “uma pequena aldeia encantadora como pintada por um pintor”, no seu livro Andanzas y visiones españolas. Em 1922, o rei Afonso XIII visitou-a numa expedição em que foi acompanhado pelo médico e historiador Gregorio Marañón, entre outros. Mais tarde, em 1932, ali chegou o realizador de cinema Luis Buñuel.

Las Mestas é um miradouro privilegiado em Las Hurdes, o ponto de partida de várias estradas panorâmicas através da natureza. Uma delas é a CC 166 que sobe da EX 204 e outras são as de Cabezo, Ladrillar, Riomalo de Arriba ou Caminomorisco.

Nas pegadas de Afonso XIII

A Pousada Hurdes Reales é uma varanda fantástica para apreciar a vista de Las Mestas. O alojamento de quatro estrelas foi construído em parte da fábrica que Afonso XIII mandou construir para promover o desenvolvimento social e cultural da região, com um hospital, asilo e escola. Em 2022, passarão cem anos desde aquela visita em junho de 1922 e para a comemorar, o seu bisneto, o rei Felipe VI, dormiu na pousada na noite de 11 de maio.

Alfonso XIII é lembrado em Las Hurdes com uma rota de 22 quilómetros que vai de Las Mestas a Casares de Hurdes, o fim do seu percurso antes de entrar na província de Salamanca. Passa por Riomalo de Arriba, Ladrillar e Cabezo e pode ser feito na sua totalidade ou em secções porque é complicado em alguns pontos.

Esta proximidade com Castela e Leão é outra razão para uma escapadinha perfeita para Las Mestas, porque a cinco quilómetros de distância é possível visitar o Parque Natural Las Batuecas com aldeias icónicas como La Alberca e silhuetas inconfundíveis como a Sierra de Francia.

Um zimbro de 14 metros de altura

Em Las Mestas existem locais imperdíveis, como a encantadora igreja do Carmo do século XVI, o monumento mais antigo da região.  A alguns passos de distância encontra-se o miradouro do zimbro, uma árvore singular da Estremadura com 14 metros de altura, ao lado da qual há mesas e bancos que convidam a fazer uma pausa no caminho.

Deve também visitar a piscina natural de Las Mestas, o charco de la Olla. No verão pode refrescar-se e beber um copo no seu bar, no resto do ano pode ouvir a água do rio Batuecas que corre entre as paredes de ardósia únicas que distinguem esta zona balnear natural.

Uma mala doce de volta a casa

Quando vai a Las Mestas, a sua mala volta doce para casa porque nesta referente apícola em Las Hurdes vendem mel em todas as suas variedades e derivados tais como pólen, própolis ou geleia real. Há até favos de mel que podem ser consumidos como doces. Há também velas, cosméticos ou pastilhas de cera 100% natural usadas para hidratar madeira ou para remédios caseiros.

Meandros Melero e Malvellido

Uma viagem de ida e volta em Las Mestas deve incluir o famoso Meandro Melero em Riomalo de Abajo, a cerca de seis quilómetros de distância, com uma passarela de madeira para pessoas com problemas de mobilidade. Pode caminhar ou conduzir até ao miradouro de Melero, um dos mais espetaculares de Espanha e uma imagem icónica de Las Hurdes.

A cerca de 20 quilómetros de Las Mestas estão os três meandros do rio Malvellido. Podem ser vistos do miradouro da El Gasco no CC 63, passado Martilandrán, e a verdade é que estão a ganhar cada vez mais fama pela sua singularidade, digna de ser transportada numa fotografia e na retina.

El Gasco, o fim de Las Hurdes

El Gasco é outro destino a incluir na rota através de Las Hurdes. Fica a cerca de 28 quilómetros de Las Mestas e é a aldeia onde a estrada termina. Nos arredores existem tesouros naturais como o Chorro de la Meancera, uma das quedas de água imperdíveis na província de Cáceres, que pode ser alcançada numa caminhada de dois quilómetros junto ao rio Malvellido. Uma confortável caminhada entre altas montanhas, encostas rochosas e as típicas hortas em socalcos da região hurdana.

Este é também o local do vulcão El Gasco, um local de interesse científico, que talvez tenho sido formado há mais de dois milhões de anos pelo impacto de um meteorito.

Para recarregar as suas baterias, o restaurante La Meancera, recomendado pelo Guia Repsol e gerido pelo hurdano Jorge Aceituna e pelo romeno Alexander Marcu, que abriram em 2016, restaurando um velho estábulo. Servem a gastronomia local com um toque de autor e entre os pratos de pastelaria do seu menu estão a salada de laranja e o cabrito típico de Las Hurdes, bem como os cogumelos e o bacalhau. Organizam retiros gastronómicos com passeios, turismo ativo e práticas como o ioga

Outros pontos de interesse

Outros pontos de interesse para uma escapadinha perfeita em Las Mestas são as piscinas naturais de Castillo em Nuñomoral, um paraíso de paz, e a animação de Pinofranqueado, junto a um passeio ribeirinho com bares como El Negro e Mamá África de Mass Mbaye, um senegalês que está a caminho de se tornar um hurdano graças ao carácter acolhedor desta região.

A 14 quilómetros de Pinofranqueado, a aldeia abandonada de El Moral, entre picos de mais de mil metros de altura, para onde se pode fazer uma bela caminhada.

Planes para una escapada redonda a Las Mestas, mirador de Las Hurdes

https://www.turismocaceres.org/es

Publicado em maio 2022

Fotografias Andy Solé

Tradução Ângelo Merayo

Planve la guía de ocio de Extremadura/Das maravilhas que oferece a Extremadura

© Planveando Comunicaciones SL

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada.

También te puede interesar

100 días con la Tata abre el Cine Club Forum de Mérida

100 días con la Tata, presentada por el propio Miguel Ángel  Muñoz,…

Abierto el concurso de dechados

Se ha publicado la convocatoria para el XI Concurso de Dechados Bordados…

Las Fiestas de la Milagrosa en La Sauceda, a punto de caramelo

Romualdo Martín Santibáñez, que en realidad se llamaba Romualdo Martín Matías (tempranamente…

Delicias Bocuse D’Or para tu Navidad

Esta Navidad quedarás como un anfitrión gourmet si preparas los entrantes que…