O caminho sinuoso do rio Malvellido em Las Hurdes

O Malvellido transporta as suas águas por um caminho que serpenteia pelas altas montanhas de Las Hurdes e é especialmente conhecido pelos três meandros que podem ser avistados do miradouro de El Gasco. Uns meandros delineados pelas pedras prateadas do rio, que captam os nossos olhos e a nossa mente, mas não a nossa câmara, que precisa de mais altura para os registar como um todo. Nas margens, os socalcos são espaços dourados rodeados pelo cinzento de milhares de pedras uma vez ali colocadas pelos seus moradores. As altas montanhas servem de pano de fundo, entre azinheiras, medronheiros, urzes, zimbros, pode-se ver as folhas de ardósia suspendidas por uma física inexplicável e sempre prestes a iniciarem uma corrida até ao fundo do abismo.

Verão entre a montanha e o rio

A água não é muita no verão, mas continua a correr à procura do rio Hurdano, que irá alcançar em Cerezal. O rio para entre as pedras, formando pequenas piscinas onde nadam alguns peixes pequenos, escuros e resistentes. Os lagartos apressam-se ao longo das margens e um gato observa cada um dos seus movimentos.

Em El Gasco, a pequena aldeia onde termina a estrada CC-63 de Nuñomoral, a montanha é imponente. Várias senhoras coroadas de cabelos brancos e histórias passam as horas ao ar livre nos degraus junto à fonte. Em El Gasco há sempre movimento, as mesas dos bares vão para a estrada, há restaurantes, casas rurais e lojas que vendem produtos típicos. É turístico, mas numa versão pequena e acolhedora, porque é um lugar pequeno, com menos de 200 habitantes.

A piscina natural de El Gasco em Las Hurdes.

A partir de El Gasco inicia-se a rota para La Meancera. O ribeiro que desagua no Malvellido numa rota de pouco mais de meia hora a partir da aldeia. O rio corre para uma piscina de água fria e clara que refresca os dias de verão. A hortelã cresce nas margens e espalha os seus aromas, bem como o tomilho e o alecrim.

Da paisagem do rio Malvellido ao riacho La Meancera

O percurso até ao riacho de La Meancera segue o rio que vem do topo da montanha que cobre e protege El Gasco. Uma montanha que se estende atrás dela sem estradas ou aldeias e que esconde nas suas entranhas um Sítio de Interesse Científico, “O Vulcão”. Um local de origem incerta: um vulcão, um meteorito, fornos antigos ou um enorme incêndio? O interesse está lá, assim como a magia destas encostas extraordinariamente íngremes e deste vale através do qual, segundo a lenda, todas as quintas-feiras à meia-noite dois grupos de almas, cada um numa direção e iluminados pela luz tremulante das velas, traçam o curso sinuoso do rio Malvellido.

O rio Malvellido em El Gasco, Las Hurdes

Uma estrada encantadora nas alturas de Las Hurdes

Embora as vistas do miradouro de El Gasco tenham acumulado muitas fotografias nas redes, a verdade é que ao longo de todo o vale há vários meandros que podem ser vistos de Cerezal, Martilandrán e La Fragosa. De cada uma destas aldeias, com as suas próprias histórias e belos recantos. No caminho há cerejeiras, que são um convite para regressar na primavera, e em La Fragosa, as casas parecem pairar sobre o abismo com o rio aos seus pés.

Na direção oposta, de Cerezal a Nuñomoral, o rio ao longo da estrada muda de nome, é o Hurdano, que também traça meandros ao seguir o seu curso através do mesmo vale. Este vale é pintado no outono com o amarelo dos choupos.

Cada poça serve para refrescar, cada curva no caminho promete uma curva no rio no fundo do abismo. Todas as tardes de verão, quando a sombra cobre as margens, uma caminhada refrescante proporciona bem-estar físico, mas também um encontro com os sentidos e com a imensidão da natureza.

Cáceres, living la vida relax.

Diputación de Cáceres

El sinuoso camino del río Malvellido en Las Hurdes

Autor original: Marian Castillo

Traduzido por Ȃngelo Merayo

PlanVE la guía de ocio de Extremadura / Das maravilhas que oferece a Extremadura

Publicado em julho de 2021

© Planveando Comunicaciones SL

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.