Museus ao ar livre da província de Cáceres, arte na rua

Os museus ao ar livre da província de Cáceres são fachadas decoradas, vestígios geológicos e históricos, grupos escultóricos ou instalações efémeras. Estão em meios urbanos, rurais e de natureza para a fruição de curiosos, especialistas ou famílias.

Museus multicolor de fachadas decoradas

Vinte e cinco fachadas decoradas em Piornal formam um museu ao ar livre na terra mais alta da Estremadura. Há algumas com personagens lendárias como Jarramplas e La Serrana de La Vera, paisagens, cultura popular e consciência social. Para descobri-las o melhor é pedir o plano com a rota de fachadas no Museu de Jarramplas.

Serra de Gata mostra arte urbana nas suas vilas, com motivos relacionados com a água, identidade da região. Juntam-se as fachadas com gatos de Gata em homenagem a Louis Wain, famoso na Inglaterra vitoriana por desenhar gatinhos, e os muros decorados em 44 municípios do projeto Muro Crítico da Deputação de Cáceres.

Turismo Cáceres

Os cerca de 100 trampantojos de Romangordo tornam-na um emocionante museu que produz uma ilusão de ótica impactante.

Muros ideais para uma selfie, como as fachadas esgrafiadas de Valdefuentes com mais de 170 edifícios com esta técnica à base de cal e cimento. O desenho mais antigo é de 1721 e está no claustro do convento de San Agustín, o Pequeno Escorial, um dos tesouros da região Montánchez-Tamuja.

Valdefuentes

Museus efémeros a céu aberto

Os guarda-chuvas de cores de Malpartida de Cáceres e os guarda-sóis de croché gigantes de Valverde de La Vera são museus ao ar livre que apenas são instalados no verão. Surgiram para aliviar o calor, com um resultado tão positivo que se tornaram um atrativo.

Museus para conhecer a história

Frente à arte efémera sobrevivem os petróglifos de Las Hurdes e nesta ligação há dicas para encontrá-los.

As pinturas rupestres de Monfragüe estão em 107 pontos do Parque Nacional como o abrigo do Castelo de Monfragüe, adaptado para visitas.

No Geoparque Villuercas Ibores Jara há pintura rupestre em quase todas as cavernas. Este percurso sinalizado serve-nos como guia.

Também há rotas entre os dólmenes de Valencia de Alcántara, que fazem parte dos conjuntos megalíticos mais importantes da Europa.

 Cidades que são museus

Augustóbriga, Cáparra e Granadilla são cidades-museu com ex-líbris excecionais.

Augustóbriga fica ao pé da albufeira da barragem de Valdecañas, na estrada de Navalmoral de la Mata a Guadalupe. O seu ex-líbris é o templo Porta de Curia que em meados do séc. XX foi transferido para evitar que fosse inundado.

Cáparra é, depois de Mérida, o segundo jazigo romano da Estremadura com o seu arco quadriforme, único na Península Ibérica e atravessado pela Via da Prata. Pertence ao concelho de Oliva de Plasencia e tem um centro de interpretação.

Granadilla é Conjunto Histórico Artístico e na década de 60 foi abandonada para a construção da barragem de Gabriel y Galán. O seu ex-líbris é o castelo com uma fantástica vista, como a dos miradouros da Memória e de El Torno no Vale do Jerte.

Para visitar Granadilla informe-se sobre a disponibilidade e os horários no número de telefone (0034) 927 43 94 76.

Museus em espaços naturais

Valcorchero

Há museus ao ar livre, em paisagens verdes, como o das 72 esculturas do Parque do Príncipe de Cáceres à volta de um lago, ideal para uma pausa.

No Monumento Natural de Los Barruecos estão espalhadas esculturas inovadoras do Museu Vostell, expoente da arte de vanguarda em Extremadura.

Museo Vostell

Do museu de escultura del Berrocal em Plasencia há uma bonita vista do centro histórico. O museu mostra obras de Antonio Blázquez e o acesso é feito a partir da rua Sor Valentina Mirón.

Na Paisagem Natural Protegida de Valcorchero estão as misteriosas figuras na rocha, esculpidas por Miguel Ángel Martínez. Encontrá-las é um desafio no caminho para a popular roca gorda a partir da zona do miradouro, na subida à ermida de El Puerto.

Os buxos de Losar de La Vera também são engraçados e populares, dão as boas-vindas logo na entrada da vila.

Por fim, o parque temático de Montehermoso, com maquetes de monumentos e símbolos da Estremadura em miniatura, que é previsto reabrir com novidades na primavera de 2021.

O património natural e arquitetónico de Cáceres é uma joia para desfrutar de todas as perspetivas. De dentro e de fora. Para colecionar momentos na província de Cáceres, porque mais importante do que a bagagem da ida é a bagagem da volta.

Museos al aire libre de la provincia de Cáceres, para escapadas con mucho arte

Autor original: Pilar Armero

Traduzido por Diego Bernal 

Fotografías: Andy Solé

Publicado en agosto de 2020

©Planveando Comunicaciones SL

Deja una respuesta

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.