Viagem ao centro das cerejas na Estremadura

O Vale do Jerte é o centro das cerejas na Estremadura e aonde mesmo Júlio Verne terá viajado para degustar a primeira fruta do verão.  Uma viagem que de maio a julho oferece a Cerecera, um programa cultural, gastronómico e festivo muito amplo. Tão atrativo como na primavera as cerejeiras em flor, porque durante a colheita da cereja o Vale do Jerte torna-se um vermelho paixão digno de ser visto.

Aliás, numa época do ano em que pode desfrutar de muitas das cascatas da Estremadura e piscinas naturais da Estremadura, das mais espetaculares. E praias da Estremadura.

A Cerecera é a meca das cerejas na Estremadura

As cerejas do Vale do Jerte viajam por mercados internacionais e nacionais, mas a Cerecera é uma ocasião excelente para conhecer o fabuloso local onde são cultivadas de forma tão natural, que o seu sabor é único e tem um altíssimo teor em vitaminas. O visitante poderá sentir a experiência de colher as suas próprias cerejas e prová-las recém apanhadas no campo ou em propostas delicatessen dos restaurantes da comarca. Como complemento poderá escolher entre numerosas atividades de turismo ativo em lugares incríveis.

Feira da Cereja

O dia grande da Cerecera há sempre um grande mercado de cerejas rotativo, nas vilas do Vale do Jerte no meio de um ambiente festivo com atividades para crianças, caminhadas e visitas guiadas incluídas. É mesmo o momento de provar o gaspacho de cerejas, uma autêntica surpresa gastronómica.

Jornadas gastronómicas da Cereja Picota

Restaurantes da comarca oferecem menus degustação com um ingrediente comum: a picota, que é a variedade com Demarcação de Origem que cresce unicamente neste cantinho do mundo. Os melhores chefes da comarca atrevem-se com criações próprias baseadas no produto estrela do Vale do Jerte.

Agroturismo e degustação de cerejas

Durante a colheita da cereja, o visitante pode sentir-se mais um vizinho do vale e conhecer por dentro os processos tradicionais de recolha e seleção da cereja em pleno contacto com a natureza. O agroturismo, tão na moda, permite sair ao campo e visitar as cooperativas do Vale do Jerte para conhecer os segredos das famosas cerejas. Não faltará uma degustação de todas as suas variedades e a possibilidade de levar para casa caixas de cerejas cujos preços disparam no mercado final. Toda uma experiência se, além do mais, o visitante se atreveu a colhê-las com as próprias mãos.

Autor original, Merche R. Rey

Traduzido por Diego Bernal Rico

planVE, la guía de ocio de Extremadura

Viaje al centro de las cerezas

Journey to the middle of cherries

樱桃中心之旅

Publicado em maio, 2017

Deja un comentario

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *

Este sitio usa Akismet para reducir el spam. Aprende cómo se procesan los datos de tus comentarios.